O governo da Suécia apresentou nesta segunda-feira um plano de 1,5 trilhão de coroas (206,1 bilhões de dólares) para ajudar o sistema financeiro do país, em caso de pressões maiores provocadas pelas contrações mundiais de crédito.

"O plano de estabilidade dá ao governo um mandato para administrar problemas como a falta de liquidez ou potenciais problemas de solvência no futuro, por meio de medidas previsíveis e com a proteção dos interesses dos contribuintes", afirma um comunicado oficial.

po/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.