GENEBRA - Pelo menos US$ 1 trilhão são perdidos em suborno e outras formas de corrupção em torno do mundo cada ano, segundo o Fórum Mundial de Economia, entidade privada que reúne a cada ano a elite econômica global para debates em Davos, nos Alpes suíços. Uma das inúmeras iniciativas do fórum diz respeito ao combate a corrupção. Foi lançada em 2004, mas até hoje conseguiu a adesão de apenas 141 empresas, que se comprometeram a aumentar esforços para lutar contra essas práticas.

Duas brasileiras participam - a Petrobras e o Grupo Ipiranga.

Agora, o fórum está colocando sua iniciativa no YouTube, com executivos convidando o público a propor idéias sobre como melhor combater a corrupção. As melhores idéias serão apresentadas no Fórum de Davos em fins de janeiro de 2009.

Entre os executivos usados no YouTube fazendo um "apelo contra a corrupção" estão Alan L. Boeckmann, presidente da Fluor Corporation (EUA), Richard O´Brien, presidente da Newmont Mining Corporation (EUA), Samuel A. DiPiazza Jr, principal executivo da PricewaterhouseCoopers International (EUA), e Peter Bakker, executivo da TNT (Holanda).

(Assis Moreira | Valor Econômico para o Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.