Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Strauss-Kahn elogia redução coordenada das taxas de juros

O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, saudou nesta quarta-feira as reduções das taxas de juros anunciadas durante o dia por sete bancos centrais, considerando que se trata de uma boa decisão.

AFP |

"Saudamos a redução coordenada das taxas diretrizes decidida hoje pelos principais bancos centrais, assim como as ações conjuntas sem precedentes que tomaram para reduzir as tensões sobre os mercados financeiros", disse Strauss-Kahn, em um comunicado.

"Essa é, sem dúvida, a melhor decisão a tomar frente às conseqüências antiinflacionárias do grande choque financeiro sobre os mercados desenvolvidos, em um contexto de pressões inflacionárias", acrescentou.

Sete bancos centrais cortaram suas taxas diretrizes, de maneira simultânea, no momento em que a crise financeira se aprofunda e ameaça cada vez mais.

O Banco Central Europeu (BCE), o Federal Reserve (Fed) americano e seus correspondentes sueco, britânico, canadense e suíço reduziram suas taxas básicas de juros em meio ponto, de forma coordenada. Ao mesmo tempo, a China também anunciou uma queda em suas taxas.

Strauss-Kahn lembrou as medidas tomadas pelo FMI no início da crise financeira, começando "pelo aporte de liquidez às instituições financeiras e outras medidas para facilitar o funcionamento do mercado de um crédito adequado às famílias e empresas".

hh/tt/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG