BRASÍLIA - O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse hoje depois de reunião com o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), que o Supremo Tribunal Federal (STF) deve manter o refúgio político ao escritor italiano Cesare Battisti. Tarso afirmou que há decisão análoga na Corte.

Ele se referiu ao caso do processo de extradição do Padre Medina, ex-integrante das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), no qual o STF decidiu pela constitucionalidade da decisão e pela extinção do processo de extradição.

Isso, segundo o ministro, justificaria a decisão dele de manter Cesare no Brasil, contrariando interesses da Itália.

(Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.