Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Stephanes diz que legislação ambiental congela 70% da área do país

SÃO PAULO - Apesar da grande preocupação de ambientalistas com os efeitos do desmatamento e degradação de reservas florestais brasileiras, empresários do agronegócio criticam exagero nessa questão. Hoje essa queixa ganhou amparo em comentários do próprio ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. Segundo ele, o Ministério teve acesso a um estudo que mostra que se a legislação ambiental do país for levada em conta detalhadamente, 70% do território brasileiro estaria congelado para a agricultura. Eu não tenho mais medo da extinção da floresta, mas da área agricultável do Brasil, disse.

Valor Online |

O número é praticamente o dobro do que foi divulgado pelo setor agropecuário hoje, que tinha contas de 38% de território protegido por reservas florestais, indígenas e de quilombolas. Segundo Stephanes, entretanto, se a lei fosse levada ao pé da letra, não haveria café em Minas Gerais, frutas em Santa Catarina, nem uvas no Rio Grande do Sul.

O ministro esteve presente hoje no 7º Congresso Brasileiro de Agribusiness, em São Paulo, que se ateve nesta edição à discussão sobre o agronegócio e a sustentabilidade. Carlo Lovatelli, presidente da Associação Brasileira de Agribusiness (Abag) abriu o congresso criticando duramente esse nível de preservação, lembrando que o país usa apenas 5% do território do país para alcançar suas safras recordes.

Para Stephanes, não é preciso derrubar árvores para aumentar a área de plantio, que pode inclusive dobrar de tamanho. Temos 200 milhões de hectares como área de pastagem e 50 milhões de área de agricultura. Todos sabemos que podemos disponibilizar 50 milhões da área de pastagem para outros fins, disse o ministro.

Segundo ele, cerca de 30 milhões a 40 milhões de hectares da área de pastagem estaria degradada ou semi-abandonada. É por isso que o plano agrícola destinou R$ 1 bilhão para recuperar essas áreas, situadas principalmente no Pará e no Mato Grossos.

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

Leia tudo sobre: stephanes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG