Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Stephanes discutirá importação de suínos com ministro russo

São Paulo, 21 - O ministro da Agricultura do Brasil, Reinhold Stephanes, e o ministro da Agricultura da Rússia, Alexey Gordeev, se reúnem hoje para renegociar os termos do ingresso russo na Organização Mundial do Comércio (OMC). Entre os temas que serão discutidos estão as cotas de exportação de carne suína.

Agência Estado |

O setor produtivo do Brasil tem defendido que os russos passem a administrar cotas sem privilégios para determinados países.

A idéia é de que as cotas de importação de carne suína da Rússia passem a ser distribuídas por igual, e que o exportador mais competitivo tenha o maior acesso ao mercado. "Deixaria, portanto, de existir cota para os EUA e cota para a União Européia (UE). O montante total de cotas seria distribuído dentro do que no jargão OMC se chama 'nação mais favorecida', isto é, com base na melhor oferta", afirma Pedro de Camargo Neto, presidente da Associação Brasileira das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Carne Suína (Abipecs).

A proposta a ser apresentada poderia fazer com o Brasil ganhe espaço no mercado russo, já que o governo da Rússia anunciou nesta semana que vai reduzir a cota de importação de carne de frango em 300 mil toneladas no próximo ano, para 952 mil toneladas e as importações de carne suína acima da cota normal serão reduzidas em 200 mil toneladas. Segundo o ministério, as importações de carne suína em 2008 podem atingir 700 mil toneladas, e em 2009 devem chegar a 500 mil toneladas. O ministério afirmou que o corte nas importações será compensado por um aumento na produção nacional de carne suína e de frango, que é previsto em 8% e 16%, respectivamente.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG