Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Stephanes: 80% dos produtores têm crédito para plantio

Brasília, 23 - O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, rebateu hoje as queixas dos produtores de que falta crédito para conclusão do plantio da safra de grãos e disse que a maioria dos produtores rurais tem acesso aos financiamentos. As indicações são que 80% dos produtores estão em condições de plantio e com crédito, disse Stephanes.

Agência Estado |

Ele admitiu, no entanto, que pode haver "problemas residuais" que serão administrados pelo governo no dia a dia. De acordo com o ministro, as maiores dificuldades de crédito estão no Centro-Oeste.

Após participar de cerimônia de lançamento do programa 'Defesa Agropecuária - Mais Ciência, Mais Tecnologia', Stephanes disse que as medidas anunciadas nos últimos dias pelo governo têm minimizado eventuais impactos que a crise internacional está provocando em termos de crédito para o setor rural. O Ministério da Fazenda já autorizou o Banco do Brasil (BB) a antecipar a aplicação de R$ 5 bilhões no crédito rural.

Na semana passada, uma decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) garantiu mais R$ 5,5 bilhões para os agricultores. A expectativa é que o governo anuncie nos próximos dias a mudança da chamada exigibilidade da poupança rural, o que vai injetar mais R$ 2,5 bilhões no crédito rural.

Insumos - O ministro também rebateu as alegações dos agricultores de que a safra será plantada sem o uso de tecnologia devido à falta de crédito resultante da crise financeira internacional. "Há, até certo ponto, uma pressão das empresas que detêm grandes estoques de fertilizantes que foram adquiridos por valores elevados", disse Stephanes.

Ele contou que os preços dos fertilizantes caíram no mercado internacional e que as empresas que comercializam o produto no Brasil "não desejam repassar para o mercado interno esta queda". Para ele, há uma "queda de braço". Stephanes disse ainda que a venda de adubos no acumulado do ano até setembro é 4% superior ao vendido em igual período do ano passado.

Estimativas da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) indicam queda de pelo menos 5% na produção de grãos no ano que vem. De acordo com a CNA, 20% dos produtores não compraram insumos para o plantio.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG