SÃO PAULO - A rede americana de cafeterias Starbucks fechará 61 lojas na Austrália. Com isso, devem ser eliminados 685 empregos nos próximos dias. Após 3 de agosto, apenas Melbourne, Sydney e Brisbane terão estabelecimentos da empresa. A decisão foi tomada para concentrar a atenção e recursos no crescimento rentável e na eficiência operacional, conforme nota divulgada nesta terça-feira.

Em janeiro de 2008, desenvolvemos estratégias para transformar a companhia para o futuro. Agora, estamos na fase de implementação da mudança e acreditamos ser difícil, mas necessária, a decisão de fechar as lojas na Austrália, que ajudará a apoiar o crescimento continuado de nossas atividades em nível internacional, declarou o executivo-chefe da Starbucks, Howard Schultz.

O presidente da Starbucks Ásia Pacífico, John Culver, não quis dizer quais as lojas que terão suas portas cerradas justificando que os funcionários deverão saber disso em primeiro lugar. Atualmente, existem 84 estabelecimentos da rede na Austrália.

Obviamente uma decisão como essa é muito difícil para qualquer companhia, declarou. Queremos ter certeza que lidamos com esse anúncio de maneira correta e colocamos as pessoas em primeiro plano, acrescentou.

As informações são da própria Starbucks e agências internacionais.

(Juliana Cardoso | Valor Online)

Leia mais sobre Starbucks

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.