Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sprint cortará 8 mil empregos em todos os níveis

A companhia norte-americana Sprint Nextel vai cortar cerca de 8 mil empregos, ou 13% de sua força de trabalho total, em todos os seus níveis, à medida que reduz custos em meio à queda da demanda em seu setor. A terceira maior provedora de serviços de telefonia móvel dos EUA disse hoje que pretende reduzir seus custos trabalhistas em US$ 1,2 bilhão por ano com a decisão, que espera concluir em 31 de março.

Agência Estado |

Os cortes de empregos incluem 850 posições que deverão ser eliminadas por per meio de um plano de desligamento voluntário iniciado no final do ano passado.

A Sprint não está sozinha em seu setor. Sua concorrente AT&T disse em dezembro que pretendia eliminar 12 mil posições, 4% de seu quadro total. A Sprint espera registrar um encargo de mais de US$ 300 milhões no primeiro trimestre por causa dos cortes.

Neste mês, seu executivo-chefe, Dan Hesse, já havia dito que a companhia poderia fechar até 20 call centers de vendas este ano.

O grupo tem estudado formas de compensar o rápido declínio de seu número de assinantes nos últimos anos. Hesse assegurou aos investidores no último trimestre que a queda do número de assinantes havia se estabilizado, mas uma perda de mais de um milhão de clientes pode ter ocorrido no quarto trimestre.

A Sprint afirmou que amortizou US$ 2 bilhões em dívidas no segundo semestre do ano passado, também como parte de seu plano de cortar custos. O grupo deve anunciar balanço trimestral em 19 de fevereiro. Suas ações caíam 0,4% no pré-mercado em Nova York. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG