Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

SP terá obras em 9 corredores de ônibus

A Prefeitura de São Paulo promete iniciar em novembro nove obras em corredores e terminais de ônibus para aumentar a velocidade dos coletivos nesses trechos, dar mais agilidade ao embarque e desembarque e facilitar o acesso dos passageiros às paradas. Todas devem ser concluídas em 2009.

Agência Estado |

Com um custo de pelo menos R$ 9 milhões, as obras, anunciadas a dois meses das eleições municipais, serão realizadas em todas as regiões. A mais cara (R$ 3,5 milhões) demorará oito meses e pretende facilitar o acesso de 153 mil passageiros ao Terminal Cachoeirinha, na Avenida Inajar de Souza, zona norte. Trata-se da construção de uma passarela para ligar a Emílio Carlos ao terminal.

O acesso aos coletivos será alterado em dois trechos do corredor da Avenida Rebouças, na zona oeste. No primeiro, a intenção é diminuir a fila de ônibus no cruzamento da Rebouças com a Brigadeiro Faria Lima, por onde circulam 506 mil usuários . Para aumentar a velocidade dos coletivos, as paradas serão afastadas do semáforo e as plataformas serão ampliadas de 36 metros para 48 metros de extensão. A mudança, diferentemente do que ocorre hoje, permitirá o embarque dos dois lados da plataforma.

Com a alteração, a Prefeitura pretende ampliar de três para cinco o número de ônibus que atravessam de uma só vez o semáforo da Rebouças com a Faria Lima. A outra intervenção no corredor será realizada no ponto de ônibus da Avenida Francisco Morato com a Doutor Vital Brasil. Deve ficar pronta em três meses e tem como objetivo impedir que os usuários atravessem a Francisco Morato para embarcar. Com as alterações, a expectativa é de aumentar de 14 km/h para 18 km/h a velocidade dos coletivos no sentido centro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG