Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

SP regulamenta lei que facilita compra da casa própria

SÃO PAULO - O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), assinou nesta terça-feira um decreto que institui o Fundo Garantidor Habitacional (FGH), que visa estimular a compra da casa própria por famílias com renda de até dez salários mínimos. Segundo a Secretaria da Habitação, o fundo foi criado para estimular a participação de empreendedores imobiliários, instituições financeiras, companhias hipotecárias e outros atores nos investimentos habitacionais de interesse social. O decreto foi publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial.

Agência Estado |

De acordo com a secretaria, a medida vai permitir na prática que o governo paulista seja avalista nas aquisições ou financiamentos feitos para famílias de baixa renda por agentes imobiliários do setor privado. A secretaria acredita que a medida irá reduzir a inadimplência, estimular a oferta de crédito e diminuir as taxas de juros.

Queda nas vendas

O volume de casas e apartamentos vendidos no Estado de São Paulo no mês de outubro apresentou queda de 21,31% na comparação com setembro, com 620 imóveis negociados. O dado faz parte de balanço divulgado hoje pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP).

Embora as imobiliárias declarem não ter havido redução da oferta de financiamentos, os efeitos da crise financeira internacional têm levado potenciais compradores a ficarem mais cautelosos na hora de investir em ativos de maior valor, avalia o presidente do Creci-SP, José Agusto Viana Neto. "A explicação mais plausível é a de que houve um congelamento da decisão de compra", afirmou.

As casas representaram 55% dos negócios no período. A redução na venda de imóveis foi constatada na capital (26,36%), interior (29,21%) e litoral (27,83%). Somente as cidades de Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Guarulhos e Osasco apresentaram crescimento nas vendas, com alta de 9,62% em relação a setembro. Do total de contratos, 39,71% foram pagos à vista.

Aluguéis

O total de contratos de aluguel fechados no Estado em outubro apresentou queda de 11,37% em relação ao mês anterior, com 1.953 negócios. A redução foi registrada na capital (1,44%), interior (22,66%), litoral (13,75%) e região do ABCD, Guarulhos e Osasco (6,99%). A inadimplência no período foi 13,21% maior que em setembro, passando de 4,24% para 4,80% dos contratos em vigor. Os imóveis mais procurados em outubro foram as casas, com 65,64% do total.

No levantamento do Creci-SP foram ouvidas 1.283 imobiliárias de 32 cidades do Estado de São Paulo, incluindo a capital.

Leia tudo sobre: josé serra

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG