Nota de crédito soberano de longo prazo passou de AA para AA-. Pode haver nova redução se custo fiscal de apoio a bancos crescer

selo

A agência de classificação de risco Standard & Poor's rebaixou o rating de crédito soberano de longo prazo da Irlanda de AA para AA-. A perspectiva para o rating é negativa. Em comunicado, a S&P diz que "o custo fiscal projetado para o governo da Irlanda de apoiar o setor financeiro irlandês elevou-se significativamente acima de nossas estimativas anteriores" e que "a perspectiva negativa reflete nossa visão de que um novo rebaixamento é possível, se o custo fiscal de apoiar o setor bancário se elevar mais, ou se outros acontecimentos econômicos adversos enfraquecerem a capacidade do governo de cumprir seus objetivos fiscais para o médio prazo".

A S&P manteve o rating de curto prazo da Irlanda inalterado em A-1+; o rating de transferências e conversibilidade da Irlanda foi mantido em AAA, mesmo nível dos demais países da União Europeia.

Segundo o analista de crédito trevor Cullinan, da S&P, "à luz do anúncio recente de novas injeções de capital no Anglo Irish Bank, nossas projeções atualizadas sugerem que a dívida geral líquida do governo vai se elevar a 113% do PIB em 2012. Isso é mais de uma vez e meia a mediana das dívidas soberanas da zona do euro e bem acima das dívidas que projetamos para emissores soberanos de ratings similares, tais como Bélgica (98%, AA+/estável/A-1+), e Espanha (65%, AA/negativa/A-1+). As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.