Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

SP passa a emprestar bicicletas em estações de metrô

A partir de amanhã, São Paulo ganhará 6 quilômetros de ciclovias e começará a emprestar bicicletas em estações de metrô. Em Corinthians-Itaquera, Carrão e Sé (na Linha 3-Vermelha), estarão à disposição do paulistano dez bicicletas, que poderão ser emprestadas por uma hora.

Agência Estado |

Quem ultrapassar esse período deverá pagar uma taxa de R$ 2 por hora (ou R$ 50 a diária). Para marcar o início das atividades, uma ciclovia de 6 quilômetros com piso vermelho também será inaugurada entre as estações Corinthians-Itaquera e Guilhermina-Esperança.

Localizada às margens da Radial Leste, a nova ciclovia, batizada de Caminho Verde, fica na lateral direita de quem atravessa a cidade no sentido bairro-centro. Protegida pelo guardrail, separando a pista dos carros, a ciclovia segue por toda a extensão da Radial Leste. "Inicialmente, vamos inaugurar apenas 6 quilômetros. Embora quase toda a extensão, de 12, esteja pronta, faltam pequenas intervenções na altura do Viaduto Aricanduva", antecipa Márcia Borges, chefe do Departamento de Imprensa do Metrô. A ciclovia foi construída em parceria com a Secretaria do Verde e Meio Ambiente e o Instituto Parada Vital. Os 12 quilômetros custaram R$ 9 milhões.

Os bicicletários das Estações Itaquera, Carrão e Sé do Metrô também já estão prontos. São cem vagas nas Estações Itaquera e Carrão e dez vagas na Sé. "Por enquanto, a oferta no centro ainda é pequena, mas pretendemos ampliar o número de vagas depois que sentirmos a demanda da população", completa Márcia Borges. O número de viagens realizadas com bicicletas na região metropolitana de São Paulo dobrou na última década. Hoje, são em média 345 mil por dia, embora 67% das famílias da região ainda não tenham o veículo. Cerca de 70% das viagens feitas sobre duas rodas levam o ciclista ao trabalho e 12%, à escola. Com a inauguração da ciclovia Caminho Verde, a extensão de pistas destinadas apenas aos ciclistas salta de 23,5 quilômetros para 35,5 quilômetros na capital.

Amanhã também serão inauguradas sete estruturas de metal para acorrentar bicicletas, nas Estações Belém, Penha, Vila Matilde e Artur Alvim, na Linha 3-Vermelha, e Capão Redondo, Campo Limpo e Vila das Belezas, na Linha 5-Lilás. Para marcar a data, excepcionalmente amanhã, os ciclistas terão acesso permitido a alguns vagões de metrô e de trens da CPTM a partir das 10h30, até o fim das operações do dia.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG