Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Southwest fecha trimestre com prejuízo pela primeira vez em 17 anos

SÃO PAULO - A Southwest Airlines foi arrastada para seu primeiro prejuízo líquido trimestral desde 1991 por conta dos instrumentos de hedge (proteção) contratados para se proteger contra altas no preço do petróleo. Entre julho e setembro, a companhia teve prejuízo de US$ 120 milhões, contra lucro líquido de US$ 162 milhões obtido no mesmo período de 2007.

Valor Online |

A empresa perdeu US$ 247 milhões com suas operações de hedge com as recentes quedas no preço internacional do petróleo. Segundo ela, isso "essencialmente reverteu uma grande parte dos ganhos de mercado" que foram reconhecidos em períodos anteriores com esses mesmos instrumentos financeiros. Ainda assim, a Southwest afirma se manter comprometida com a estratégia de se proteger com operações de hedge.

A empresa tem contratos travando em US$ 73 o preço do barril que contemplam mais de 75% de sua previsão de consumo de combustíveis para o ano que vem. Segundo o presidente do conselho, presidente e executivo-chefe da empresa, Gary Kelly, o programa de hedge continua a "oferecer uma proteção de preços soberba". Ele afirma que essas operações economizaram US$ 1,3 bilhões em gastos com combustíveis à Southwest nos primeiros nove meses deste ano. "É claro, o valor de nosso hedge de combustíveis flutua com os preços do petróleo. A dramática queda nesses preços desde julho representa no geral um benefício significativo para a Southwest Airlines, é claro, mesmo que nosso portfólio de hedge de combustível tenha caído nos últimos três meses", afirmou Kelly.

Apesar do resultado líquido negativo, a empresa fechou o trimestre com expansão de 11,7% no faturamento, que chegou a US$ 2,89 bilhões. Mesmo com uma alta de 20% nas despesas, para US$ 2,81 bilhões, a companhia terminou agosto com um lucro operacional de US$ 86 milhões - embora isso represente uma queda de 65,7% em relação a igual período do ano passado.

Excluindo itens especiais, segundo a Southwest, o resultado líquido do terceiro trimestre deste ano foi positivo nos mesmos US$ 86 milhões, embora se compare a um ganho, nas mesmas bases, de US$ 156 milhões no mesmo período de 2007. Nesta comparação, a queda foi de 45%.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG