Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sony eliminará 8 mil empregos no mundo todo diante da crise

Tóquio, 9 dez (EFE).- A companhia japonesa Sony anunciou hoje, em comunicado, que no ano que vem eliminará 8 mil postos de trabalho de sua divisão de eletrônica no mundo todo, diante dos efeitos negativos da crise econômica global.

EFE |

Os cortes de pessoal serão efetivados até março de 2010 e afetarão 8 mil trabalhadores da Sony de todo o mundo. A empresa conta atualmente com 160 mil empregados.

Sony disse que também pretende reduzir seu quadro de trabalhadores temporários.

Por enquanto, a companhia não especificou em que lugares do mundo será efetivada a redução do quadro de funcionários, disse à Agência Efe um porta-voz da companhia.

Ontem mesmo, em Tóquio, o presidente da Sony Espanha, Pedro Navarrete, confirmou que a divisão espanhola do gigante japonês proporá o "congelamento salarial", diante da falta de competitividade da unidade de Viladecavalls (Catalunha).

O corte de funcionários do gigante japonês anunciado hoje se soma a seu plano de redução para março de 2010 de quase 10% do número de fábricas da Sony no mundo todo, que atualmente são 57.

Entre as unidades que planeja fechar, a Sony indicou a francesa de DAX Technology Center.

A companhia japonesa anunciou também que cortará cerca de 30% de seu investimento previsto na divisão de negócio de eletrônica.

Em seu comunicado, a Sony explica que já foram realizadas algumas medidas para combater os efeitos da crise a curto prazo, entre elas ajustes de produção, redução dos níveis de estoque e das despesas operacionais.

Mas, além disso, a companhia prevê ajustes no preço de seus produtos para fazer frente à força do iene em relação ao dólar, adiar alguns de seus planos de investimento e reduzir ou se retirar de "negócios não troncais ou que não oferecem lucro".

Com todas estas medidas, a Sony espera poder reduzir seus custos em mais de 100 bilhões de ienes (US$ 1,082 bilhão) anuais. EFE icr/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG