Os preços da soja voltaram a desabar e atingiram o menor nível em quase 10 meses na Bolsa de Chicago. Os contratos para novembro, mais negociados, encerraram o pregão a US$ 10,45/bushel, em queda de 4,48%.

A divulgação de números de estoque maiores do que o esperado nos EUA e as incertezas quanto à crise financeira estimularam novas vendas.

Segundo o Departamento de Agricultura (USDA), os estoques em 1º de setembro eram de 5,5 milhões de toneladas, ante uma expectativa de 3,9 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.