As commodities desabaram ontem no mercado futuro dos Estados Unidos, reflexo da crise de confiança no setor financeiro, da escalada do dólar e dos temores de recessão mundial. Na Bolsa de Chicago, os contratos de soja para novembro fecharam no limite de baixa, cotados a US$ 9,22/bushel - perda de 7,06%.

Trata-se da menor cotação em 12 meses.

O índice de commodities CRB, que mede o desempenho de uma carteira de produtos agrícolas, metais e energia, caiu 5,15% e atingiu a menor pontuação em 13 meses. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.