A rede paulista de franquias Skill decidiu inovar a tecnologia e a metodologia dos seus cursos de idiomas para reter e conquistar novos alunos. Um dos atrativos é a lousa digital, que aposenta o giz e o apagador e adota a caneta eletrônica e a própria mão do professor para mudar de página.

Além disso, a Skill criou modelos de aulas temáticas, como a de culinária, na qual o aluno aprende a cozinhar no idioma que escolher. "Ampliamos de 75% para 85% a retenção de alunos em dois anos", diz Lincoln Martins, vice-presidente do Grupo Multi, dono da Skill e das redes Wisard e SOS Computadores. O grupo, que faturou R$ 1,3 bilhão em 2009, quer ampliar a rede da Skill para 480 franqueados até 2011.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.