Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sistemas financeiros da América Latina amortecerão crise, diz BBVA

Madri - O Serviço de Estudos do banco BBVA acredita que os sistemas financeiros da América Latina estão atualmente muito mais capacitados do que no passado para amortecer a crise econômica internacional, afirma em relatório financeiro sobre a região, divulgado nesta quarta-feira.

EFE |

No relatório, a entidade afirma ser "menos provável" que os países da América Latina voltem a passar por crises financeiras como as das últimas duas décadas, devido à maior solvência das entidades bancárias e das inovações reguladoras no âmbito financeiro praticadas na região.

Segundo o banco espanhol, a crise financeira piorou as condições de financiamento da região e reduziu o volume de emissões de dívida, aumentou o risco nos países da região e corrigiu para baixo as bolsas de valores.

Apesar disso, o BBVA afirma que a situação dos sistemas financeiros da região continua sendo "relativamente propícia, com ampla liquidez e sem problemas de solvência".

O relatório também analisa o crédito dirigido ao setor privado - que aumentou nesta década dos 26% do PIB registrados em 2002 para os atuais 37% - e a capitalização das bolsas de valores - que passou de 33% do PIB para 76%.

O BBVA explica que a intensidade com a qual o crédito foi desenvolvido na América Latina "gerou dúvidas sobre sua sustentabilidade no tempo", apesar de a entidade assegurar que não se deve à "bolha creditícia", mas ao processo de aprofundamento financeiro e às melhorias reguladoras.

Neste sentido, a entidade considera que o sistema financeiro latino-americano apresenta "índices de eficiência e rentabilidade, que, em geral, superam os de muitos países desenvolvidos e emergentes".

Leia mais sobre América Latina

Leia tudo sobre: américa latina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG