Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sistema financeiro internacional deve ter regulação, afirma Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou nesta segunda-feira, no programa semanal Café com o Presidente, que o sistema financeiro internacional precisa de regulação.

Agência Estado |

"Sabemos o que foi que gerou essa crise e nós sabemos que o sistema financeiro internacional tem que ter um certo controle do Estado. Não pode ser só a crise global, a saída também tem que ser global", afirmou.

Lula disse esperar que as decisões tomadas na reunião dos ministros da Fazenda e presidentes de bancos centrais do G-20 (grupo dos 20 países mais industrializados do mundo e emergentes), no fim de semana em São Paulo, norteiem a discussão na cúpula mundial que debaterá soluções para a crise financeira internacional em Washington (EUA), no dia 15.

No encontro em São Paulo, o grupo sugeriu a reforma do sistema financeiro, o fortalecimento do papel do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial e uma maior representação dos países emergentes nesses organismos econômicos multilaterais.

O presidente também falou da visita oficial de quatro dias à Itália e ao Vaticano. Em Roma ele se reunirá com o primeiro-ministro, Silvio Berlusconi, o presidente italiano, Giorgio Napolitano, e empresários. O objetivo é estreitar as relações comerciais entre Brasil e Itália e atrair investimentos para as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Na quinta-feira (dia 13), Lula encontra-se com o papa Bento XVI com quem deve assinar o Acordo Brasil-Santa Sé. "Também vou discutir com o Papa a questão da crise econômica", afirmou Lula.

Leia também

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

Leia tudo sobre: lula regulação g20

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG