BRASÍLIA - O sistema de comércio Brasil-Argentina com o uso de moeda local começa a vigorar hoje. O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, foi a Buenos Aires para participar da solenidade oficial de lançamento do Sistema de Pagamentos em Moeda Local (SML), em solenidade prevista para o início da noite no Banco Central da República Argentina.

O sistema prevê a redução do custo de intermediação nas operações cambiais de comércio exterior bilaterais. A norma determina que caberá ao BC consolidar diariamente, com a autoridade monetária argentina, os valores referentes aos pagamentos e recebimentos processados no SML pelo seu equivalente em dólares americanos, apurando o valor líquido a ser transferido pelo banco central devedor.

De acordo com a resolução 3.608, do Conselho Monetário Nacional, "o SML é um sistema informatizado, por meio do qual podem ser feitas transferências de fundos relativas ao recebimento de receitas de exportações brasileiras para a Argentina, e ao pagamento de importações brasileiras da Argentina, em reais e em pesos argentinos, respectivamente".

Por acordo firmado no âmbito do Mercosul, o governo brasileiro deverá estender em breve o SML ao Uruguai e Paraguai.

(Valor Online, com Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.