Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sindirações: setor mantém otimismo e espera crescer 5% em 2009

São Paulo, 12 - Se as medidas econômicas adotadas pelo governo surtirem o efeito esperado, a indústria de alimentação animal terá condições de crescer até 5% em 2009, podendo atingir a marca de 63 milhões de toneladas de ração. A projeção foi feita hoje pelo presidente do Sindicato Nacional da Indústria para a Alimentação Animal (Sindirações), Mário Sérgio Cutait, durante apresentação do balanço das atividades do setor neste ano.

Agência Estado |

Como os demais setores do agronegócio, os executivos do Sindirações sustentam a tese de que a demanda por alimentos continuará firme no próximo ano, a despeito da crise financeira global. "Nos países ricos, a alimentação tem um peso pequeno no orçamento. E nos países em desenvolvimento, o consumo de proteína animal não deve ser interrompido", afirmou Cutait. Ele destacou a projeção da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia) que aponta crescimento de 4% na produção de alimentos no próximo ano.

Apesar das projeções otimistas para o próximo ano, no curto prazo, as indústrias de insumos esperam por uma resposta do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o pedido para a criação de uma linha de crédito para capital de giro de US$ 300 milhões. De acordo com a indústria, o crédito é fundamental para garantir as operações neste período de falta de liquidez, em função da crise financeira global.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG