Tamanho do texto

Ribeirão Preto, 30 - Sindicatos da Indústria de Alimentação e dos Metalúrgicos de Ribeirão Preto, Sertãozinho e região organizam protesto para sexta-feira contra os efeitos da crise financeira internacional na cadeia produtiva sucroalcooleira. O movimento acontece na praça central de Sertãozinho (SP), a partir das 15 horas.

Entre outros itens, o grupo irá pedir incentivos fiscais para as indústrias, desde que atrelados à garantia de emprego no setor.

Os sindicalistas pedirão ainda estabilidade no emprego, socorro financeiro aos fornecedores de cana, prioridade no pagamento dos salários e encargos trabalhistas nas usinas e liberação de recursos para a qualificação e requalificação profissional. Segundo Elio Cândido, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Ribeirão Preto, Sertãozinho e Região, a mesma redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) concedida às montadoras deve ser oferecida à indústria de base e de bens de capital do setor sucroalcooleiro.

Já para José da Silva presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação de Sertãozinho e Região e também presidente da Federação dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação do Estado de São Paulo, funcionários de usinas da região, com a Albertina, que está em recuperação judicial desde o ano passado "vivem de esmolas, perderam seus créditos na praça e não veem nenhuma solução à frente". Ele também lembra que os 60 mil fornecedores de cana das usinas vivem situação semelhante e deve contatar lideranças do setor para aderirem ao protesto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.