Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sindicatos preparam protestos em São Paulo

Depois de muito se falar da proposta de redução de salário e de jornada de trabalho da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), agora é a vez de os sindicatos, federações e centrais entrarem em cena. Os sindicatos que representam os metalúrgicos no Estado de São Paulo se encontram hoje na sede da Federação dos Metalúrgicos, na capital paulista.

Agência Estado |

A reunião, segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Miguel Torres, servirá para que os dirigentes façam um balanço da situação e discutam formas de protestar, por exemplo, com paralisações. A área de metalurgia, por causa da crise da indústria automobilística, é uma das mais afetadas pelas demissões.

Hoje haverá um balanço das demissões na construção civil paulista. Participarão do encontro o sindicato patronal, Sinduscon, sindicatos, federação e confederação dos trabalhadores do Estado de São Paulo.

No ABC paulista, o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Artur Henrique, se encontra com Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo do Campo, para protestar na Mercedes-Benz, Volkswagen e Scania. Sérgio Nobre, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, é contra a proposta da Fiesp: “Além de não ajudar o País a sair da crise, essa medida coloca sobre as costas do trabalhador todo o ônus da situação”. O sindicalista terá um encontro com o presidente Lula, em Brasília, amanhã. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG