Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sindicatos pedem a Lula redução de dois pontos na taxa de juros

Brasília, 19 jan (EFE).- Representantes das principais centrais sindicais do Brasil pediram hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma redução de dois pontos percentuais na taxa básica de juros Selic, atualmente em 13,75% anual.

EFE |

Os presidentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical (FS) e União Geral dos Trabalhadores (UGT) se reuniram esta segunda-feira com o presidente no Palácio do Planalto.

O titular da Força e deputado federal, Paulinho Pereira da Silva, disse que Lula deve pedir à autoridade monetária a redução de dois pontos da taxa Selic e fazer com que os bancos, começando pelos estatais, reduzam violentamente os spreads.

O presidente da CUT, Artur Henrique, apontou por sua parte que o Governo deve pressionar setores do empresariado que estão usando a crise como desculpa para as demissões.

O Brasil registrou no ano passado 1,45 milhão de novos postos de trabalho formais, uma redução na geração de emprego de 10,2% em relação a 2007, divulgou hoje o Registro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

"É um momento de emergência, mas não faz sentido diminuir o emprego e a renda. Tem que ser tudo o contrário", destacou Henrique, que defendeu a política de férias coletivas sem corte de salários adotada por algumas empresas, como as automotivas.

Esta terça-feira o Banco Central terá uma nova reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) para fixar uma nova taxa de juros, que os especialistas esperam seja reduzida em 0,75 ponto percentual. EFE wgm/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG