Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sindicatos europeus reivindicam transformação total do sistema financeiro

Bruxelas, 27 set (EFE).- A Confederação Européia de Sindicatos (CES) considerou hoje que a crise atual deve ser um ponto de inflexão e gerar uma transformação completa do modelo de funcionamento do sistema financeiro.

EFE |

"Após anos exaltando as privatizações e a desregulação", o modelo de capitalismo financeiro está prestes a cair, afirma a CES.

Em sua declaração, os sindicatos indicam que os excessos deste "capitalismo de cassino" levaram a sua própria ruína e lamentam que tenha se transformado em uma ameaça para a economia real.

"A causa da crise é a avareza e a imprudência em Wall Street, Londres e outros núcleos financeiros", que provocaram fortes aumentos de preços da energia, dos alimentos e de outras matérias-primas, acrescentam.

No entanto, os principais perdedores são os trabalhadores, os aposentados, as famílias e as empresas que buscam financiamento, e todos os contribuintes que terão que pagar a conta para resgatar os bancos.

Para garantir que algo assim não volte a acontecer, a CES propõe que qualquer injeção de dinheiro público em entidades financeiras tenha como contrapartida assumir o controle sobre as mesmas.

A confederação insiste na necessidade de estabelecer um controle mais rigoroso sobre as entidades, e sua possibilidade de recorrer ao endividamento e de melhorar a regulação em nível internacional.

A CES também pede aos Governos que garantam a disponibilidade de fundos para investimento na economia real e, principalmente, que ajudem os trabalhadores atingidos pela crise, as famílias que podem perder suas casas e os aposentados que não chegam ao fim do mês.

"É preciso uma resposta coordenada na Europa à desaceleração", acrescenta, para evitar que os efeitos das turbulências financeiras se intensifiquem.

Os sindicatos pedem, por último, mais atenção à questão dos desequilíbrios salariais. EFE epn/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG