Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sincronize o seu PC, o notebook e o celular

Sincronize o seu PC, o notebook e o celular Por Juliana Rocha São Paulo, 14 (AE) - Imagine o seguinte cenário: durante um almoço com sua irmã, ela lhe conta sobre as novidades do novo apartamento e lhe estende um pedaço de papel com o endereço e telefone atuais. Você digita as informações em seu celular e cria uma nota na agenda para lembrar de copiar os dados para o computador quando voltar para casa.

Agência Estado |

Usuário de internet 3G, você conecta seu celular ao PC assim que volta para casa. Sabe que precisa salvar os novos contatos de sua irmã e busca o pedaço de papel que guardou no bolso. Oops! Ele não está mais lá. Então, você recorre ao celular, para olhar os dados e digitá-los usando o teclado de seu micro. Abre o programa de e-mail com sua lista de endereços e ao digitar o nome de sua irmã, vê que o contato já está atualizado.

Como? Feitiçaria? Não, nada disso. É só aquele software de sincronização instalado no PC cumprindo a sua tarefa automática de transferir os contatos do celular para o computador.

Disponíveis em versões proprietárias e distribuídas com os aparelhos móveis ou livres na internet, os softwares de sincronização servem para facilitar o trânsito e atualização das mesmas entradas salvas em diferentes aparelhos. São úteis a todo usuário que mantém uma lista de contatos no celular e no notebook, por exemplo. Ou para quem costuma editar documentos ou imagens em diferentes computadores e precisa ter à mão sempre as últimas versões.

O empresário da Veus, Marcelo Botelho, 40 anos, é um fanático por sincronização. Ex-adepto das hoje antiquadas agendas digitais, ele evoluiu junto à tecnologia e passou naturalmente a usar o celular como dispositivo para armazenar lembretes sobre os compromissos diários e contatos.

"Por muito tempo o meu fiel escudeiro foi o software de gerenciamento do Palm desktop", lembra. "Hoje uso o ActiveSync e o SyncCenter do Vista. E sincronizo desktop, notebook e celular: todos juntos!"
PREPARE-SE - Antes de sincronizar seus aparelhos eletrônicos, é necessário ter claro o uso futuro dos resultados desse processo. Se você deseja transferir para o desktop em sua casa os arquivos nos quais passou o dia inteiro trabalhando no notebook do escritório, por exemplo, deve optar pela chamada sincronização unidirecional. Na sincronização unidirecional uma das máquinas é eleita como a fonte, de onde os dados serão copiados, enquanto a outra é colocada como repositório, para onde as informações são enviadas.

Agora se você deseja manter idêntico, por exemplo, as entradas em seu calendário no Outlook, alterado tanto no desktop como no notebook, pode ser mais interessante escolher a sincronização bidirecional. Por esse método, não há hierarquização dos aparelhos. O software de sincronização escolhido irá buscar as entradas mais recentes e as multiplicará pelo celular e computadores.

Seja a sincronização de sua preferência a unidirecional ou a bidirecional, é preciso tomar algumas precauções para evitar a perda de informações. Por exemplo, se você apagar um contato de uma das máquinas, a ação será espelhada para os outros quando esses aparelhos forem sincronizados. Portanto, caso queira manter uma ou outra diferença entre os aparelhos com os quais lida como, por exemplo, o telefone da terapeuta apenas no celular, mas não no desktop, que também é usado, por exemplo, pela sua mãe é bom "ensinar" ao seu software de configuração que ele não deve excluir nada automaticamente, mas pedir a sua confirmação para uma ação drástica.

Botelho aprendeu sobre os riscos de uma sincronização apressada da pior maneira.

"Para mim, é essencial ter sempre à mão as notas com minhas senhas e informações essenciais do dia-a-dia", afirma Botelho. "Mas já tive problemas com softwares de sincronização, o mais recorrente sendo a duplicação de registros."
O empresário conta que, certa vez, foi especialmente traumática. Por ter percebido o problema depois de alguns meses, os registros dobrados na agenda eram muitos. "Era simplesmente impossível recuperar apenas com um backup. Precisei avaliar as entradas uma a uma para escolher a mais atualizada e mantê-la."
Baseado em sua experiência, Botelho não recomenda a sincronização bidirecional. "Os conflitos de atualização eram muito frequentes, ainda mais quando eu usava dois ou três celulares sincronizados com meu notebook", afirma.

Depois de escolher a configuração unidirecional e ordenar que os dados de seu notebook fossem sempre exportados para os celulares, está satisfeito. "O celular passou a servir como uma excelente ferramenta para consulta das informações, mas não para sua alteração. No meu caso, é perfeito."
PASSO A PASSO - Apresentamos aqui algumas das opções de softwares de sincronização disponíveis no mercado e dá o passo-a-passo de instalação de cada uma delas. Uma vez instalado e configurado com o método de sincronização mais adequado à sua necessidade, basta clicar no botão Sincronizar - ou no símbolo com as três setas, dependendo do programa adotado - e aguardar. Em alguns minutos, tudo estará perfeitamente idêntico e organizado.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG