O conglomerado industrial alemão Siemens anunciou oficialmente nesta terça-feira que suprimirá 16.750 empregos, dos quais mais de 5.000 na Alemanha, dentro de um dos programas mais rígidos de reestruturação de sua história.

A grande maioria dos postos que serão suprimidos pertencem ao setor da administração e serviços de gestão.

A Siemens, um dos maiores grupos da Alemanha, emprega no total 400.000 pessoas em todo o mundo.

aue/len/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.