Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Siemens processará antigo comitê executivo por corrupção

Frankfurt (Alemanha), 29 jul (EFE).- O grupo tecnológico alemão Siemens apresentará um processo por danos contra os 11 membros do antigo comitê executivo da companhia por considerá-los responsáveis pelos casos de corrupção.

EFE |

Em comunicado, a Siemens disse que "a companhia justifica o processo com a violação dos deveres de supervisão e organizativos, tendo em vista as acusações de práticas empresariais ilegais e amplos subornos nas atividades internacionais entre 2003 e 2006 e os resultantes danos financeiros gerado para a empresa".

A Justiça alemã condenou ontem, no primeiro processo penal pelos casos de corrupção na empresa, um ex-diretor da Siemens a dois anos de liberdade condicional e ao pagamento de uma multa por 49 casos de roubo.

Neste processo penal, em que são acusadas mais de 300 pessoas, é investigado o pagamento ilegal de 1,3 bilhão de euros como subornos para conseguir encomendas no exterior.

A Siemens disse na nota que os processos serão contra Johannes Feldmayer, Thomas Ganswindt, Klaus Kleinfeld, Edward G. Krubasik, Rudi Lamprecht, Heinz-Joachim Neubürger, Heinrich v. Pierer, Jürgen Radomski, Uriel Sharef e Klaus Wucherer.

A companhia tomou esta decisão hoje após uma reunião do conselho de supervisão.

Além disso, a Siemens pedirá indenizações por danos a Johannes Feldmayer e Günter Wilhelm, antigos membros do comitê de direção, por pagamentos a Wilhelm Schelsky ou à sua empresa.

A Siemens acrescentou que os antigos 11 membros do comitê executivo terão a oportunidade de manifestar suas posições sobre as acusações antes de serem iniciadas as ações legais. EFE aia/fh/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG