Tamanho do texto

SÃO PAULO - O setor privado não-agrícola dos Estados Unidos perdeu 33 mil vagas entre julho e agosto, respeitando ajuste sazonal. A informação é da ADP, empresa que processa folhas de pagamentos. Muitos economistas previam corte de 30 mil empregos.

O declínio registrado no mês passado, explicou a companhia, tem a ver com uma economia que está crescendo lentamente, mas não caiu em uma recessão.

A ADP observou que a eliminação de postos de trabalho em agosto foi guiada pelo setor produtor de bens, que fechou 78 mil empregos. O segmento manufatureiro perdeu 56 mil vagas. Esses cortes de empregos foram parcialmente compensados pela criação de postos em setores como o de serviços, que criou 45 mil vagas.

(Valor Online)