Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Setor financeiro lidera quedas nas Bolsas de NY

As bolsas de Nova York operam em queda, conforme as ações do setor financeiro devolvem os ganhos de ontem em reação ao resgate das agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac. Mas o declínio dos preços do petróleo ajuda a conter as perdas, disseram analistas.

Agência Estado |

Às 11h53 (de Brasília), o índice Dow Jones cedia 0,63%, o Nasdaq caía 0,46% e o S&P 500 exibia queda de 1,16%. O índice de ações selecionadas do setor financeiro SPDR recuava 2,47%, com Washington Mutual (-19,6%) e Lehman Brothers (-22,8%) entre as maiores quedas.

Os investidores continuam reagindo à saída do presidente-executivo da Washington Mutual Kerry Killinger, enquanto permanecem as dúvidas sobre o futuro do Lehman Brothers e a habilidade do banco de levantar capital e colocar em ordem a estrutura de gerenciamento.

A perspectiva de que o Banco de Desenvolvimento da Coréia do Sul (KDB, na sigla em inglês) invista no Lehman Brothers diminuiu depois que autoridades reguladoras coreanas afirmaram que as conversas entre as duas instituições foram encerradas, de acordo com o Wall Street Journal.

Ainda no setor, as ações da Wells Fargo caem 3,5%, depois que a companhia disse que irá registrar prejuízos e terá encargos em seu resultado do terceiro trimestre nos investimentos em títulos preferenciais perpétuos emitidos pela Fannie Mae e pela Freddie Mac. Os investimentos nesses títulos da Fannie totalizam US$ 336 milhões, enquanto nos da Freddie, a quantia é de US$ 144 milhões.

Wachovia perdia 7,5% com a redução na recomendação do papel pelo Merrill Lynch de "neutro" para "abaixo da performance", por conta da pior perspectiva para as perdas com crédito. Hoje, porém, o Wachovia disse que espera cortar as despesas em 2009 em até US$ 1,5 bilhão. O presidente-executivo, Bob Steel, informou ainda que a instituição dá andamento a um processo para redução no volume de empréstimos e ativos de seu balanço em US$ 20 bilhões em 2008. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG