LONDRES (Reuters) - A atividade no setor de serviços da zona do euro expandiu-se no ritmo mais forte em mais de dois anos em março, com as empresas mostrando-se mais otimistas sobre o futuro, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

O índice Markit, feito com cerca de 2 mil companhias, saltou para 54,1 em março, contra 51,8 em fevereiro. A leitura preliminar do mês passado havia ficado em 53,7.

LONDRES (Reuters) - A atividade no setor de serviços da zona do euro expandiu-se no ritmo mais forte em mais de dois anos em março, com as empresas mostrando-se mais otimistas sobre o futuro, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

O índice Markit, feito com cerca de 2 mil companhias, saltou para 54,1 em março, contra 51,8 em fevereiro. A leitura preliminar do mês passado havia ficado em 53,7.

O dado final foi o maior desde novembro de 2007 e marca o sétimo mês seguido acima da marca de 50 que divide a contração do crescimento.

O setor de serviços da Espanha cresceu pela primeira vez em mais de dois anos, e na Alemanha a expansão foi a maior em quase dois anos. Na Itália também houve aceleração do crescimento, enquanto na França houve um ligeiro arrefecimento do ritmo de expansão.

Dados da semana passada mostraram que o setor manufatureiro da zona do euro atingiu pico em 40 meses, a 56,6.

O dado combinado entre os setores de serviços e manufatureiro, divulgado nesta manhã, subiu para 55,9 em março, contra 53,7 em fevereiro, registrando a melhor leitura desde agosto de 2007.

COMPONENTES

A pesquisa do setor de serviços mostrou que o componente de expectativas aumentou para 68,7 em março, ante 66,4 em fevereiro.

Já o componente de emprego manteve-se abaixo da linha de 50 pelo 21o mês seguido. O indicador subiu para 48,8 em março, ante 47,9 em fevereiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.