Tamanho do texto

SÃO PAULO - As bolsas de valores dos Estados Unidos tiveram o melhor dia em quatro meses, depois que o Citigroup informou que foi lucrativo no primeiro bimestre. Ações do setor financeiro subiram 15%.

O mercado também se animou a sair dos níveis mais baixos em 12 anos depois que um parlamentar afirmou que espera o restabelecimento de regras que limitam as vendas a descoberto.

O índice Dow Jones fechou em forte alta de 5,8%, a 6.926 pontos. O Nasdaq subiu 7,07%, para 1.358 pontos. O Standard & Poor´s 500 subiu 6,37%, a 719 pontos.

" A possibilidade de que a regra sobre vendas a descoberto possa de fato voltar também deve ser significativamente positiva para as ações financeiras " , disse Michael James, operador sênior no banco de investimento regional Wedbush Morgan em Los Angeles.

O dia também foi de ampla recuperação para as bolsas europeias, a exemplo de movimento verificado também em Nova York. A valorização de ações do setor bancário e automotivo respondeu por boa parte do ganho dos principais índices da região.

O londrino FTSE-100 fechou aos 3.715 pontos, em alta de 4,88%. O DAX, de Frankfurt, viu alta de 5,28%, para 3.886 pontos. Em Paris, o CAC-40 registrou aumento de 5,73% e encerrou com 2.663 pontos. O principal índice de blue chips do mercado europeu, o Eurofirst300, fechou em alta de 5,11%, aos 690 pontos. Houve ganhos também em Milão (5,98%) e Madri (4,93%).

A justificativa para ressuscitar os índices do menor patamar em 12 anos veio da melhora da indicação para os papéis do Barclays e da Daimler. As ações do BNP Paribas fecharam com alta de 20,72% e as do HSBC ganharam 14,33%. Notícias mais favoráveis deram ânimo adicional ao desempenho. Nos Estados Unidos o Citigroup reportou rentabilidade durante os dois primeiros meses deste ano.

Ao mesmo tempo, o Barclays viu suas ações saltar 9,93% após o Credit Suisse melhorar a recomendação para os papéis do banco inglês para " acima da média " . Em Frankfurt, as ações da Daimler também tiveram melhora de recomendação por parte do Morgan Stanley, que elevou de " abaixo da média " para " acima da média " . O papéis da montadora fecharam com alta de 11,25% em Frankfurt.

(Valor Econômico, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.