Tamanho do texto

São Paulo, 9 mar (EFE).- A produção da indústria automotiva brasileira caiu 24,1% no primeiro bimestre em comparação com o mesmo período de 2008, e as vendas baixaram 4,6%, informou hoje a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Nos dois primeiros meses do ano, as fábricas brasileiras produziram 386.500 unidades, e as vendas - entre nacionais e importados - totalizaram 396.800 veículos, segundo a Anfavea.

Em fevereiro, foram fabricados 201.700 veículos, um aumento de 9,2% em relação a janeiro, mas que na comparação anualizada representa uma queda de 20,6 %.

As vendas internas subiram 1% em fevereiro em comparação com janeiro, mas caíram 0,7% em relação ao segundo mês de 2008.

A indústria brasileira do motor foi uma das mais castigadas pela crise mundial, e em muitas fábricas ocorreram demissões ou os trabalhadores tiveram de tirar férias coletivas.

Segundo a Anfavea, o emprego no setor caiu em fevereiro pelo quarto mês consecutivo, e o número de trabalhadores da indústria automotiva se reduziu a 123.948, 7.769 postos de trabalho a menos que em outubro do ano passado, quando a crise aumentou em todo o mundo.

A crise também foi refletida nas exportações do setor, que no primeiro bimestre somaram US$ 962,7 milhões, 53,8% a menos que no mesmo período de 2008.

Em fevereiro, a renda gerada das exportações somou US$ 538,8 milhões, uma queda de 49,2% em relação ao mesmo mês do ano passado, acrescentou a Anfavea. EFE wgm/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.