O governador de São Paulo, José Serra, assinou hoje, no Palácio dos Bandeirantes, um protocolo de intenções para a instalação de fábrica da Toyota no município de Sorocaba. Segundo ele, o Estado ofereceu à companhia um incentivo fiscal através do programa Pro-Veículos.

"O programa incentiva o desenvolvimento e prevê o ressarcimento de crédito do ICMS. Isso não é guerra fiscal", afirmou. De acordo com Serra, o presidente da Toyota no Mercosul, Shozo Hasebe, informou que a companhia pretende instalar também na região uma nova fábrica de componentes.

O governador disse desconhecer qual modelo de veículo será produzido em Sorocaba, mas adiantou que 80% da produção será destinada ao mercado interno. Ao ser questionado sobre a razão de São Paulo ter vencido a disputa com outros Estados para a atração da fábrica, Serra respondeu que "apenas a Toyota deve saber". "Nós oferecemos as condições à montadora sem hostilizar a possibilidade de investimentos em outros Estados", emendou.

No primeiro ano de funcionamento da montadora, a previsão é de que sejam produzidos 150 mil veículos de pequeno porte. Os investimentos são da ordem de US$ 600 milhões à US$ 700 milhões, e a produção dos veículos deve ter início em 2011. Os executivos da Toyota presentes na reunião não concederam entrevista para dar mais detalhes sobre as negociações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.