Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Senado convoca embaixador brasileiro em Quito

O Senado vai ouvir o embaixador brasileiro em Quito, Antonino Marques Porto, sobre a crise que envolve um empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao governo equatoriano. O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), está convocando o embaixador para falar aos senadores da comissão, na terça-feira, sobre o incidente que envolve a suspensão do pagamento do empréstimo feito para que a construtora Odebrecht, expulsa do Equador no mês passado, construísse uma hidrelétrica no país sul-americano.

Agência Estado |

"Se fosse uma briga comercial, o Brasil não tinha como se envolver. Mas o caso é outro: trata-se de um calote no governo brasileiro", afirmou Heráclito. Ele quer que Marques Porto relate à comissão "o que viveu e as pressões que sofreu" por conta deste caso, agravado pela decisão unilateral do presidente equatoriano, Rafael Correa, de recorrer à Corte Internacional de Arbitragem de Paris para suspensão do pagamento da dívida para com o BNDES. "Vamos ouvi-lo para tomar outras providências".

O embaixador já foi chamado de volta pelo Itamaraty, mas o senador do DEM avalia que o governo Lula tem sido "muito tolerante" em incidentes com países vizinhos como, o Paraguai e a Bolívia. "O Brasil tem que dar um basta nisto. Tem que haver uma postura firme do governo porque este é o caso mais grave e a situação vem num crescendo", cobra Heráclito.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG