A medida Provisória 435, que permite a emissão de ordem de pagamento no exterior em reais, foi aprovada nesta terça-feira pelo plenário do Senado. Na prática, a proposta permite que o real seja utilizado em operações no exterior sem a necessidade de conversão da moeda em dólar.

O projeto autoriza o Banco Central a operar com bancos internacionais. Agora, um produtor chinês que importe produtos do Brasil poderá converter a moeda local, o iuan, diretamente para o real. Antes, o iuan deveria ser convertido em dólar ou euro para depois ser revertido novamente em real.

O relator da MP, senador Romero Jucá (PMDB-RR), explica que essa é uma medida que instrumentaliza e fortalece o Banco Central.

A MP também autoriza o Tesouro Nacional a emitir títulos públicos para recompor a carteira do Banco Central e autoriza o BC a abrir crédito de US$ 120 milhões no BC da Argentina para pagamento em moeda local em cada um dos dois países.

O projeto segue agora para promulgação do Congresso Nacional.

Leia mais sobre Banco Central 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.