Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Senado aprova indicação de Emília Ribeiro para a Anatel

BRASÍLIA - A indicação da assessora da presidência do Senado, Emília Ribeiro, para a diretoria da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) foi aprovada nesta quarta-feira na Comissão de Infra-Estrutura do Senado Federal, por 13 votos favoráveis e 5 contrários.

Redação com agências |

A sabatina começou com uma hora de atraso, às 15h30, e o primeiro a falar foi o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que apresentou voto contrário. O senador Wellington Salgado (PMDB-MG) foi um dos que defendeu a indicação de Emília e apontou que seu nome segue critérios de qualificação.

Ao responder os questionamentos dos senadores, Emília garantiu que sua ida à Anatel não é decisiva para a fusão das empresas Oi e Brasil Telecom. Vou complementar, dar idéias, participar, disse. A indicação da assessora ainda tem que ser aprovada pelo Plenário da Casa. "A banda larga precisa ser discutida e aprovada para todos, e eu estarei lá para ajudar. É uma realidade que está batendo na porta. O momento é esse, falou a servidora.

Atualmente, a Anatel conta com quatro diretores, número insuficiente para a realização de votações importantes por causa do risco de empate. A aprovação da indicação de Emília permitirá que a agência reguladora vote assuntos como a proposta de revisão do Plano Geral de Outorgas (PGO) do setor de telecomunicações, que permitiria a concretização da compra da Brasil Telecom pela Oi.

(*com reportagem de Regina Bandeira, Último Segundo/Santafé Idéias)

Leia tudo sobre: anatelbrasil telecom

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG