Tamanho do texto

Os bancários de São Paulo, Osasco e região entram em seu 14º dia de greve nesta terça-feira, sem uma nova proposta da Federação dos Bancos (Fenaban), segundo informações do sindicato da categoria.

Nas negociações de ontem, os banqueiros acenaram com a possibilidade de apresentar uma nova proposta, mas retrocederam e marcaram uma nova rodada para as 18 horas de hoje.

Por conta deste adiamento, o sindicato promete intensificar as paralisações na região central da capital paulista.

De acordo com o sindicato, a Fenaban também enviou ofício ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) denunciando que os bancários permanecem em greve e solicitando ao desembargador que incluísse a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e Federação dos Bancários da CUT (Fetec-CUT) no dissídio de greve.