WASHINGTON (Reuters) - A proposta para socorrer a indústria automotiva norte-americana e evitar o colapso de uma ou mais companhias do setor fracassou em uma votação no Senado na noite de quinta-feira. O plano democrata para repassar 14 bilhões de dólares em empréstimos às montadoras não conseguiu angariar o apoio necessário em uma votação regimental entre os senadores.

A Casa Branca afirmou que vai avaliar as opções após o fracasso da proposta no Congresso.

General Motors Corp e Chrysler buscavam bilhões de dólares em ajuda imediata, enquanto a Ford Motor tinha pedido uma grande linha de crédito.

"Acabou", disse o líder da maioria no Senado dos EUA, Harry Reid, antes de declarar encerrada a votação, na qual eram necessários 60 votos para superar uma barreira regimental para levar o pacote para uma votação final.

(Por John Crawley e Richard Cowan)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.