A American International Group (AIG) divulgou no início da noite uma nota na qual informa que continua a perseguir alternativas para elevar a liquidez de curto prazo sem reduzir o capital de suas subsidiárias ou operações na Ásia. A companhia divulgou o comunicado em meio ao nervosismo dos investidores de que poderá ser forçada a pedir concordata se não assegurar cerca de US$ 75 bilhões em financiamento até quarta-feira.

Os negócios de seguro de vida, seguros gerais e serviços de aposentadoria da AIG, incluindo suas enormes operações na Ásia, continuam a operar normalmente, permanecem adequadamente capitalizadas e são capazes de honrar suas obrigações com os segurados, segundo a nota da companhia. A AIG não mencionou seu grande negócio com derivativos.

De acordo com a nota, a AIG afirma que suas unidades ao redor do mundo "estão bem capitalizadas e preenchem ou excedem as exigências de capital dos reguladores locais" e a companhia está "plenamente comprometida em manter os níveis de capital exigidos em todas as suas subsidiárias".

Os ratings de crédito da seguradora foram rebaixados na noite de segunda-feira pelas três maiores agências de análise de risco, que citaram preocupações com relação a habilidade da AIG em levantar capital. Isso provavelmente a forçará a designar mais de US$ 14 bilhões de garantias para dar suporte a operações com derivativos com contrapartes. Isso deixou a companhia com urgência em obter fontes de financiamento de curto prazo. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.