Teerã, 1 dez (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), o líbio Abdallah Salem el-Badri, afirmou hoje, em Teerã, que a queda do preço de petróleo é um obstáculo para o desenvolvimento dos membros deste organismo.

Segundo a agência iraniana "Isna", Badri fez estas declarações durante um discurso que ofereceu na 13ª Conferência Internacional de Gás e Petróleo, realizado em Teerã.

A Opep, integrada por Arábia Saudita, Argélia, Emirados Árabes Unidos, Indonésia, Iraque, Irã, Kuwait, Líbia, Nigéria, Catar e Venezuela, representa cerca de 40% do petróleo extraído no mundo e tem níveis de produção de 27,3 milhões de barris diários.

"Os membros da Opep são países em vias de desenvolvimento e dependem, em grande medida, da receita pela venda do petróleo, portanto, o preço do petróleo deve ser suficientemente alto para garantir seu desenvolvimento", disse Badri.

O responsável da Opep advertiu também que "o panorama do mercado de petróleo a curto prazo continua sendo obscuro, e a economia mundial está cada vez em mais decadência do que se previa".

Badri previu também uma possível redução da demanda de petróleo no próximo ano.

Esta conferência internacional de dois dias realizada em Teerã conta com a participação de representantes de diferentes países, como EUA, Japão, Reino Unido, Síria, Espanha, Bélgica, Portugal e Áustria. EFE msh/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.