Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Seca reduz safras de soja e milho do Brasil em 08/09

SÃO PAULO (Reuters) - A safra de soja do Brasil 2008/09 foi estimada nesta quinta-feira em 57,75 milhões de toneladas, queda ante 58,82 milhões de toneladas na previsão de dezembro, devido aos efeitos da seca especialmente nas lavouras do Paraná, de acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Na temporada anterior, o país colheu um recorde de 60 milhões de toneladas de soja.

Reuters |

"O clima adverso é o principal fator da redução da safra nacional de grãos 2008/09", destacou a Conab em um relatório, observando que a região Sul do país foi a mais afetada pelo tempo adverso.

A safra 08/09 de soja do Paraná, segundo produtor do Brasil da oleaginosa, foi reduzida em 783 mil toneladas na comparação com o levantamento de dezembro, para 11,3 milhões de toneladas, ante 11,8 milhões em 07/08.

"Deve ser salientado que, para o Estado do Paraná, onde ocorre estiagem desde a segunda quinzena de novembro, já se observam lavouras em condições ruins, deduzindo, então, que poderão ocorrer perdas para esta cultura", informou a Conab.

A Conab também reduziu a previsão de soja para Mato Grosso do Sul, para 4,2 milhões de toneladas, ante 4,6 milhões na previsão do mês passado.

A previsão para Mato Grosso, o maior produtor brasileiro de soja, foi mantida em 16,7 milhões de toneladas, contra 17,8 milhões de toneladas em 07/08. Com problemas de crédito para plantar a safra, o Estado reduziu levemente a área e deve ter uma produtividade mais baixa.

No Rio Grande do Sul, terceiro produtor nacional, a Conab ainda não está estimando perdas significativas para a soja, "pois boa parte das lavouras ainda está em germinação e desenvolvimento vegetativo, e no caso de ocorrência de precipitações regulares, a cultura poderá se recuperar".

A safra gaúcha está estimada em 8 milhões de toneladas, ante 7,7 milhões na temporada anterior.

O Brasil é o segundo maior produtor e exportador mundial de soja. A colheita 08/09 está se iniciando no Mato Grosso.

MILHO

A produção de milho brasileira foi estimada em 52,28 milhões de toneladas, também uma redução na comparação com as 54,44 milhões de toneladas previstas no mês passado, igualmente com perdas nas plantações paranaenses.

Com isso, a colheita de milho do Brasil 08/09 deverá ficar distante do recorde obtido em 07/08, quando o país produziu 58,66 milhões de toneladas de milho.

De acordo com a companhia, "as maiores perdas estão no Paraná", com a primeira safra do Estado, o maior produtor do cereal, sendo reduzida para 7 milhões de toneladas, ante 8,6 milhões no levantamento de dezembro. Em 07/08, os paranaenses colheram 9,7 milhões de toneladas.

O Estado começa a se movimentar para iniciar a colheita de verão.

A Conab também verificou perdas no milho primeira safra de Goiás, reduzindo a estimativa de produção de 3,3 milhões para 3,2 milhões de toneladas.

Com as reduções verificadas nas lavouras de soja e milho, que respondem pela maior parte da safra nacional de grãos, o Brasil produzirá em 08/09, considerando todas as culturas, 137 milhões de toneladas, contra o recorde de 144 milhões da temporada anterior.

(Reportagem de Roberto Samora)

Leia tudo sobre: safra

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG