As grandes regiões agrícolas da China sofrem com a seca mais grave dos últimos 50 anos, que ameaça o fornecimento de água para milhões de pessoas, assim como as colheitas de inverno, informa a imprensa chinesa.

As sete principais regiões agrícolas do país estão afetadas, sobretudo no norte, o que levou o presidente Hu Jintao a fazer um apelo de mobilização para apoiar as regiões vitimadas.

"A duração, a extensão e o impacto desta seca são excepcionais", declarou Zheng Guoguang, diretor da Administração Meteorológica Chinesa, ao jornal China Daily.

Pelo menos 3,7 milhões de pessoas e 1,9 milhão de cabeças de gado estão afetadas, assim como 43% da superfície das plantações de trigo, o que representa 9,5 milhões de hectares.

frb/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.