Um prejuízo de R$ 700 milhões para a economia brasileira foi causado pelo cartel para a comercialização de compressores herméticos para a refrigeração supostamente montado pelas empresas Whirlpool - que controla as marcas Consul e Brastemp - Tecumseh do Brasil, Elgin S.A.

, ACC, Danfoss e Matsushita/Panasonic. A estimativa, que engloba uma década de atuação das empresas, foi feita pela Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça e pelo Grupo de Atuação Especial e Repressão à Formação de Cartéis e à Lavagem de Dinheiro e recuperação de Ativos (Gedec), do Ministério Público Estadual (MPE). Só em 2008, o prejuízo, calculado com base na venda de compressores no País, pode ter alcançado R$ 125 milhões.

Entre os alvos da Operação Zero Grau estavam executivos das empresas que teriam participado de reuniões e trocado correspondência para combinar preços e dividir o mercado. As empresas informaram que vão cooperar com as investigações.

Anteontem, a Polícia Federal (PF), SDE e Gedec deflagraram a Operação Zero Grau contra um suposto cartel formado no Brasil. Segundo a PF, a investigação sobre o cartel teve origem nos Estados Unidos. Além do suposto braço brasileiro do cartel, haveria um acordo de divisão de mercado e de uniformização de preços de compressores em todo o mundo. Pela primeira vez, foi feita uma ação simultânea contra um cartel envolvendo autoridades brasileiras, norte-americanas e europeias. Buscas foram feitas em São Paulo, São Carlos (SP) e Joinville (SC) e em empresas nos EUA (Tecumseh), na Itália e na Dinamarca (Danfoss).

O suposto cartel dividiria o mercado nacional e internacional a fim de aumentar o preço do produto para as indústrias que usam o compressor para montar produtos como geladeiras. O mercado brasileiro comercializa cerca de 10 milhões de compressores por ano - o preço de cada unidade varia de R$ 70 a R$ 800, dependendo da tecnologia e do tamanho do vaso de refrigeração. O compressor é o motor que comprime e faz circular o fluido líquido ou gasoso que refrigera geladeiras, freezers, aparelhos de ar-condicionado, bebedouros, câmaras frigoríficas industriais e outros produtos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.