Tamanho do texto

ESTOCOLMO, 16 de março (Reuters) - A fabricante de caminhões Scania informou nesta terça-feira que vai elevar produção e que seus empregados vão retomar o trabalho em tempo integral para atender a recuperação forte da demanda na América Latina, em especial no Brasil, após o maior declínio do mercado em décadas. A Scania, controlada pela alemã Volkswagen, afirmou em comunicado que os trabalhadores em muitas de suas fábricas retornarão para um esquema de trabalho de cinco dias por semana em abril, depois de trabalharem em turnos de quatro dias semanais durante a crise.

"Há uma necessidade de elevar a produção principalmente porque a demanda segue muito alta no Brasil, mas certa recuperação ainda está acontecendo na Europa", afirmou a companhia sueca.

"Ao utilizar nossa estrutura de produção global, estamos impulsionando nosso nível de manufatura na Europa para podermos abastecer as unidades produtoras da América do Sul com componentes."

BRASIL

Nos últimos meses, a demanda em países emergentes como o Brasil, um dos maiores mercados da Scania, cresceu de forma muito mais robusta enquanto a atividade na Europa ficou para trás.

"Em partes, podemos dizer que isso era esperado, já que algumas fábricas europeias estão voltando a adotar o turno de cinco dias por semana para atender a forte demanda na América Latina que temos visto há alguns trimestres, especialmente no Brasil", disse o analista Hampus Engelleau, da Handelsbanken.

"Mas ao mesmo tempo podemos dizer que a produção não foi retomada para atender a demanda na Europa, onde os níveis permanecem baixos."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.