O presidente da França, Nicolas Sarkozy, defendeu a realização de uma conferência de cúpula internacional de emergência para que sejam discutidas as lições da crise financeira mundial e para reconstruir um capitalismo regulado. Falando em nome da União Européia (UE) na Assembléia Geral da organização das Nações Unidas (ONU), Sarkozy disse que os líderes políticos do mundo precisam assumir a iniciativa de resolver a crise que ameaça a economia global.

"É dever dos chefes de Estado e de governo dos países mais diretamente envolvidos a realização de um encontro antes do fim do ano para examinarem juntos as lições da mais séria crise financeira que o mundo atravessa desde os anos 1930", disse Sarkozy.

"Vamos reconstruir juntos um capitalismo regulado (...) no qual os bancos fazem seu trabalho, que é financiar o desenvolvimento econômico e não se envolver em especulação", acrescentou Sarkozy. Ele não deu detalhes sobre a reunião proposta. As informações são da agência Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.