O presidente francês, Nicolas Sarkozy, desmentiu nesta quinta-feira que a França tenha proposto a criação de um fundo comum europeu de 300 bilhões de euros para socorrer os bancos em dificuldades em conseqüência da crise financeira.

"Desminto o valor e o princípio de tal fundo", respondeu Sarkozy, presidente em exercício da União Européia, ao ser questionado sobre o tema por um jornalista.

Na quarta-feira, fontes governamentais européias afirmaram que a França apresentaria a proposta de criação de um fundo europeu de socorro para os bancos em dificuldades de 300 bilhões de euros (420 bilhões de dólares), durante a minicúpula européia que acontecerá sábado em Paris.

A idéia do plano foi imediatamente rejeitada pela Alemanha.

pa/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.