Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sarkozy lidera bloco de oposição

O presidente francês Nicolas Sarkozy passa a se envolver diretamente nas negociações da Organização Mundial do Comércio (OMC) e pressionar por mais concessões dos emergentes. Ontem, Paris montou um bloco de nove governos europeus, entre eles Portugal e Itália, para tentar forçar um novo entendimento.

Agência Estado |

O porta-voz do governo francês, Luc Chatel, admitiu que as propostas em discussão na entidade não serão aceitas por Sarkozy. O presidente francês comanda a UE pelos próximos seis meses e vai tentar influenciar no futuro do acordo.

Itália, Hungria, Polônia, Irlanda e Lituânia aderiram à iniciativa francesa. Para eles, a liberalização agrícola não estaria sendo compensada de forma adequada pelos emergentes. Paris quer mais acesso para bens industriais. Outro ponto defendido pela França é a proteção de itens específicos produzidos pela UE, como vinho e queijo. O governo francês disse que a UE deve defender seus interesses "com vigilância e sem ingenuidade", em particular ante os emergentes.

Há poucos dias, Sarkozy ligou para o comissário de Comércio da UE, Peter Mandelson, pedindo que ele interrompesse seu trabalho de negociador-chefe e fosse a Paris explicar o que estaria concedendo aos demais parceiros. Mandelson se recusou e Sarkozy foi obrigado a se queixar ao presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG