Tamanho do texto

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente da França, Nicolas Sarkozy, rejeitaram neste sábado a criação de um fundo comum para o resgate de instituições financeiras européias, citando como motivo questões logísticas. A crise exige respostas extremamente rápidas e um fundo europeu representaria um problema gigantesco com relação à necessidade de as decisões serem tomadas por tantas nações, disse Sarkozy.

"Um fundo europeu está fora de cogitação", declarou Merkel.

Os dois conversaram com jornalistas antes de uma conferência prevista para amanhã em Paris e da qual participarão 15 líderes de países da zona do euro.
Mais cedo, Sarkozy havia sugerido que França e Alemanha deveriam trabalhar juntas para garantir a unidade européia em meio á crise financeira global. Para ele, um" novo mundo" nascerá da crise e "a mais completa confiança" entre Paris e Berlim se faz necessária.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.